segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Colunistas no Brasil

O jornalismo no Brasil está sendo cada vez mais ocupado por colunas. Nomes famosos do jornalismo brasileiro hoje em dia são, em vez de repórteres e editores, os colunistas que publicam seus nomes e rostosem destaque nas páginas dos jornais. Isto é atribuído, principalmente,às mudanças de novas tecnologias de comunicação, como a internet,que diminuíram a importância de jornais e revista como divulgadores denotícias quentes e aumentaram a função de comentar os fatos. Por vezes, empresários e esportistas especializados num determinadoassunto, tornam-se colunistas escrevendo sobre suas respectivasespecialidades, e mesmo respondendo a perguntas de leitores que têmdúvidas sobre determinado assunto. Este é o caso de Roberto Kuppê, Sergio Castro, o advogado Hamilton Quirino dos Santos e várias outras personalidades. Entre colunistas importantes no Brasil, destacam-se: Informes e notícias: Ancelmo Gois, Ricardo Noblat, Dácio Malta, Arnaldo César, César Faciolli, Barbara Gancia, Renata Lo Prete,Mônica Bergamo Política: Cesar Neto, Ricardo Boechat, Augusto Nunes, Dora Kramer, Teresa Cruvinel, Lúcia Hippólito, Eliane Cantanhêde, Cláudio Humberto, Merval Pereira, Denise Rothenburg, Guilherme Barros, Jorge Bastos Moreno, Lauro Jardim, Clóvis Rossi, Fernando Rodrigues, Josias de Souza], Alon Feuerwerker Economia: Miriam Leitão, Sônia Racy, George Vidor, Sergio Leo, André Jockyman Crônicas: Luís Fernando Veríssimo, Carlos Heitor Cony, Fritz Utzeri, Joaquim Ferreira dos Santos, Jô Soares, Artur Xexéo, Zuenir Ventura, Sérgio Jockymann Coluna social: Hildegard Angel, Heloísa Tolipan, Márcia Peltier, César Giobbi, César Tartaglia, Amaury Jr., Joyce Pascowitch, Fernanda Zaffari, Gilberto Amaral, Karen Kupfer, Lu Lacerda Opinião: Jânio de Freitas, Elio Gaspari, Luiz Garcia, Gilberto Dimenstein, Diogo Mainardi (revista Veja), Hélio Schwarstman O cineasta Arnaldo Jabor é também considerado um colunista de televisão. Dos já falecidos, houve os colunistas sociais Ibrahim Sued, e mais Carlos Castello Branco, Paulo Francis e Nelson Rodrigues.

26 comentários:

  1. obrigado me ajudou porra nenhuma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. então né mo inutil!!!![

      Excluir
    2. Verdade mó bosta

      Excluir
    3. QUE OU SLK MO MÓ KKKKK

      Excluir
  2. obrigado me ajudou merda nenhum kkk

    ResponderExcluir
  3. obrigado, ajudou merda nenhuma

    ResponderExcluir
  4. obrigado me ajudou muito muito, mas não ganhei nota 10 :(

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. QUE CARAMBA HEIN KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  6. e trabalhou na Gazeta de Sergipe. Viveu com nome falso de Ivan Nogueira e fez Curso na antiga União Soviética de aulas de Comunismo, onde estudou Marxismo e o Leninismo. Voltou ao Brasil pela Argentina e a KGB inventou que ele estava na França. Toda a documentação de saída e entrada no Pais foi falsificada, o que fazia o mesmo parecer que morava na França, e não na União Soviética. Durante muitos anos assinou o Informe JB, no Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir
  7. OUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

    ResponderExcluir
  8. Respostas
    1. Você né Marcos sem piru ;)

      Excluir
  9. Igor seu dlcccc <3 :3

    ResponderExcluir
  10. não sei se você sabe mas eu sei

    ResponderExcluir